Publicidade

Apesar da crise, existem certos tipos de imóveis com boa procura e que podem alavancar os negócios de corretores autônomos e imobiliárias. Além disso, a economia vem apresentando leves sinais de melhora, o que ajuda a firmar um cenário mais positivo. No post de hoje, você vai conhecer os imóveis mais rentáveis para venda atualmente.

Tanto no campo quanto na cidade, existem opções que atendem a diferentes interesses de cada comprador ou locatário. E os profissionais do ramo imobiliário que souberem direcionar suas energias para o lugar certo sairão ganhando.

Obter sucesso no mercado exige, certamente, mais do que garra e disposição: nessas horas, uma boa dose de informação, pesquisa e estratégia pode fazer toda a diferença. Abaixo, falamos quais tipos de imóveis mais rentáveis são esses para que você, corretor, possa focar seus esforços na direção certa. Confira!

Imóveis residenciais do segmento popular 

Se existem a crise e as restrições financeiras impostas à boa parte da população, há também os imóveis compatíveis com o poder aquisitivo da maioria das pessoas. Alguns dos exemplos são os apartamentos compactos, com no máximo 2 quartos.

Essas propriedades ficam em condomínios pequenos, de baixo custo e fácil manutenção. Elas têm tido significativa procura e aceitação de quem não pode pagar por algo com um padrão mais elevado.

Famílias pequenas e recém-formadas, que ainda não consolidaram uma vida financeira mais estruturada, também têm encontrado nesse tipo de residência o lugar ideal para começarem suas vidas.

Exemplos como os da MRV, uma das incorporadoras de maior sucesso no país, comprovam o que estamos dizendo. A empresa foi eleita pela 4ª vez consecutiva como a maior incorporadora brasileira em quesitos como número de lançamentos, vendas, lucro líquido e receita líquida operacional.

Imóveis de alto padrão

No outro lado da moeda, temos os compradores que não sentem tão drasticamente os impactos da crise e podem seguir investindo em um padrão de vida mais alto. Dessa forma, os imóveis de alto padrão têm apresentado boa procura.

Eles não se resumem a apartamentos de luxo em áreas nobres dos grandes centros urbanos. Isso porque muitas famílias querem, também, ter uma casa confortável em um lugar seguro, onde os filhos possam brincar em ruas tranquilas e centros de lazer — como ocorre nos condomínios fechados, por exemplo.

Como esses compradores não dependem de programas de financiamento como o Minha Casa Minha Vida (ou mesmo de empréstimos bancários) para fecharem negócio, contribuem para que esse setor continue aquecido no mercado imobiliário. Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, houve uma queda de 62% no empréstimo imobiliário desde abril de 2016.

Estúdios em grandes centros 

Entre os dois extremos, temos os estúdios em grandes centros. Eles vão desde lofts a quitinetes e são, geralmente, voltados a moradores solteiros, estudantes e jovens profissionais que ainda não constituíram família.

Apesar desses locais se resumirem, por vezes, às residências de 1 quarto com sala e cozinha conjugada (além de um banheiro), existem algumas vantagens importantes que atraem e são valorizadas por esse perfil de comprador. São elas:

Publicidade

  • localização: essas pessoas prezam por áreas centrais com fácil acesso a transporte público, ao trabalho, a opções de alimentação e ao lazer;
  • praticidade: são residências de fácil manutenção (limpeza, organização etc.);
  • comodidade: áreas centrais possuem facilidades, como bancos, supermercados, farmácias e hospitais, concentradas em uma mesma região;
  • custo do imóvel: apesar da boa localização, apresentam valores de compra e de condomínio muito menores do que imóveis de alto padrão.

Com todos esses benefícios, o tamanho da propriedade se torna o último quesito para quem quer comprar ou alugar um estúdio em um grande centro urbano. Conforme demonstramos, o interesse, nesse caso, tem mais a ver com o custo/benefício de morar em uma região bem localizada sem ter que pagar caro por isso — e nem gastar tempo ou dinheiro cuidando de uma grande residência.

Loteamentos no interior do país

Outro segmento que vem crescendo no mercado imobiliário são os loteamentos no interior do país. Isso ocorre sobretudo em regiões onde o agronegócio vem se desenvolvendo e aumentando as demandas para terras de cultivo.

Esse fenômeno — que começou a despontar no Sudeste, mais especificamente no interior de São Paulo — já apresenta sinais de crescimento em outras regiões do país, como o Centro-Oeste e alguns locais do Norte e Nordeste.

Seguindo uma lógica parecida com a dos imóveis de alto padrão, esse segmento apresenta a vantagem de que os compradores são pessoas com um poder aquisitivo que permite o investimento nesse tipo de negócio independentemente das dificuldades financeiras do momento.

Mesmo os loteamentos mais simples, como os de sitiantes ou daqueles vindos de centros urbanos (que buscam por uma vida mais pacata), contam com pessoas com uma renda minimamente favorável para adquirir tal tipo de terreno.

Imóveis de 2 quartos de padrão intermediário

Além dos apartamentos e das casas compactas, disponíveis no segmento popular, existem também os imóveis de 2 quartos direcionados às famílias de poder aquisitivo médio, que não sofreram tão agudamente os impactos da crise.

Essas residências, no valor de R$ 200 mil até R$ 500 mil, têm apresentado boa procura por parte dos compradores desde o último ano. Geralmente, são imóveis com áreas privativas de tamanho entre 45 m² e 65 m², que oferecem um padrão mais elevado do que aqueles de segmento popular e, por isso, têm grande aceitação de quem pode pagar por algo melhor.

Vale ressaltar que, dentre todas as tendências apresentadas neste post, podem existir ainda peculiaridades e possibilidades inexploradas em determinadas regiões do país, levando-se em conta o tamanho do Brasil e seus diferentes contextos.

Procure conhecer o mercado de sua cidade — ou mesmo dos bairros onde mais atua. Algumas localidades possuem um perfil mais voltado para um tipo de imóvel do que para outro, e isso afeta diretamente a forma como você fará negócio. 

Gostou de saber quais são os tipos de imóveis mais rentáveis para venda no Brasil hoje? Para aprimorar cada vez mais suas estratégias de venda e se tornar um corretor promissor, entre em contato conosco. Temos uma proposta de trabalho que une autonomia e estabilidade de uma forma que você ainda não conhece!

Publicidade

Publicidade

Sobre o autor

Rede Silvinho Ximenes

Baseada no Know how do empresário mineiro Silvinho Ximenes, referência reconhecida no mercado imobiliário nacional dentro de seus 50 anos de profissão, a Rede Silvinho Ximenes® já é reconhecida como uma das mais admiradas redes de imóveis, formada por corretores autônomos, full service do Brasil.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This