Publicidade

A automação residencial traz o luxo da praticidade ao consumidor. Afinal, quanto mais versatilidade se pode ter para realizar as tarefas domésticas, melhor para administrar o dia a dia e as demais tarefas. Essa funcionalidade se define pela mecanização correlacionada entre a inteligência artificial de atender a um comando adequado a capacidade de determinada mobília.

Automação residencial – Maneiras e funções a que se aplicam

Hoje já estamos muito além de um controle remoto. Afinal somos capazes de controlar uma grande parcela da nossa vida, como pendências, responsabilidades e relacionamentos através dos celulares. Esses que já são considerados extensões do nosso corpo e da nossa natureza cognitiva. Nossas ações e pensamentos tem se refletido cada vez mais sobre eles.

A automação residencial, pode ser uma otimização sustentável. O que felizmente vem sendo cada vez mais explorado e valorizado por diversos setores e pelo mercado. Ela abrange de pequenos detalhes à grandes avanços.

Através de comandos sensoriais, de voz, tipos de aparelhos, incluindo celulares, é possível programar a tv, controlar a iluminação, temperatura e diversos eletrodomésticos.  

Muratori e Bó relatam em seu artigo, Automação residencial: histórico, definições e conceitos, que a integração deve abranger todos os sistemas tecnológicos da residência, a saber:

  • Instalação elétrica: Compreende: iluminação, persianas e cortinas, gestão de energia e outros;
  • Sistema de segurança: Alarmes de intrusão, alarmes técnicos (fumaça, vazamento de gás, inundação), circuito fechado de TV, monitoramento, controle de acesso;
  • Sistemas multimídia: Áudio e vídeo, som ambiente, jogos eletrônicos, além de vídeos, imagens e sons sob demanda;
  • Sistemas de comunicações: Telefonia e interfonia, redes domésticas, TV por assinatura;
  • Utilidades: Irrigação, aspiração central, climatização, aquecimento de água, bombas e outros

 

Automação residencial – Ela veio pra ficar 

Já usufruímos diariamente de inúmeros serviços de automação. Naturalmente a tendência é que essas automações aumentem sua demanda e evoluam, aprimorando suas capacidades cada vez mais.

No mesmo artigo, uma pesquisa realizada pela revista PC World indica que:

“… o uso de sistemas de automação residencial aumente nos próximos anos. Para embasar esta estatística, a publicação menciona a sinergia entre as principais soluções de momento que devem concorrer para este crescimento, como segurança residencial, gerenciamento de energia, cuidados domésticos com a saúde e aumento do uso de mídia centers.”

automação residencial
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Disponível em : Automação residencial: histórico, definições e conceitos

Em maioria, precisamos lidar com um cotidiano corrido e tumultuado. Uma atividade atropela a outra, e pouco a pouco tudo colabora para o caos. Por tanto, é fácil dizer que a automação residencial é uma adaptação muito bem vinda.

 

Automação residencial – Novas funções e adaptações

Publicidade

O que queremos encontrar são soluções práticas, e com esse perfil de consumidor, diversos setores têm desenvolvido novas tecnologias que buscam  atender essa busca.

A Casa Abril menciona em uma matéria publicada no seu site, 14 possibilidades da Automação (de abrir a porta a aquecer o piso):

 

  1. Monitoramento e abertura de porta. A senha e a biometria só liberam pessoas autorizadas, e a câmera pode ser checada por celular ou tablet. Alguns sistemas enviam SMS quando alguém entra na casa.
  2. Cuidados com a água da piscina. Em intervalos programáveis, a água esquenta e o filtro liga. Além do conforto, isso permite economizar a energia elétrica utilizada pelas bombas hidráulicas. 
  3. Programação de cenários de iluminação. Esse é o mais procurado item de automação. Aciona diferentes combinações de luzes: para jantar, ler na poltrona, ver TV ou dar uma festa. O número de cenários é quase ilimitado.
  4. Controle de aquecimento e ar-condicionado. Além de poderem ser ligados individualmente, esses aparelhos costumam compor dobradinhas com as luzes e o home theater para obter o clima desejado.
  5. Aquecimento de piso. Muito usado nos estados do Sul do Brasil, permite regular a temperatura em cada ambiente. Com a convergência num único controle, combina-se com luzes e compõe cenários. Acoplado a um termostato, liga automaticamente.
  6. Preparação do banho. Outro clássico da automação. Ganhou ainda mais charme com a possibilidade de ser controlado via rede wireless. Do escritório, você já manda sua banheira ir aquecendo e controla as bombas da hidromassagem.
  7. Acionamento de torneiras por toque e iluminação. Basta apoiar as mãos sobre a bancada da pia para que as torneiras se abram e luzes se acendam automaticamente, iluminando o espelho. Uma mão na roda quando se carrega algo.
  8. Integração total no home theater. Equipamentos pioneiros da automação, os home theaters são os mais integráveis: compõem cenários com cortinas, luzes, áudio, vídeo e telefonia.
  9. Aquecimento do fogão e controle da geladeira. Que tal chegar em casa e encontrar pães de queijo quentinhos? Os fogões programáveis cuidam disso. Também dá para monitorar se alguém “assalta” a geladeira.
  10. Abertura e fechamento de teto solar. Por meio de smartphone e tablet, dá para fechar a claraboia esquecida aberta antes do temporal ou escancará-la para refrescar a casa quando chega a noite.
  11. Acionamento da lareira a gás. Nada de juntar gravetos e soprar brasas. Hoje, lareiras podem ser acesas por um dispositivo do tamanho de um chaveiro ou por tablet e smartphone. Mas é melhor nunca fazê-lo de fora de casa.
  12. Aspiração central. Pontos de sucção em vários cômodos conduzem o pó aspirado, por uma rede interna de tubos, até uma central. Basta acoplar o tubo aspirador ao ponto de sucção para ligar o sistema.
  13. Irrigação do jardim. Molha as plantas em horários determinados. Assim, o dono da casa pode viajar sem que suas flores sofram. Ligada a um sensor de umidade, libera a água só quando o solo está seco.
  14. Manipulação de cortinas e persianas. Faz com que elas componham cenários com o home theater, o quarto… Pode-se programá-las para escurecer salas voltadas para o Sol ou abri-las de manhã.

 

É sempre bom saber que temos novas ferramentas para facilitar o desempenho e agilidade para concluir nossas funções diárias.

As automações podem ser residenciais ou para finalidades corporativas.

Que tal investir naquelas que atendam suas maiores necessidades?

 

Disponível em : Automação residencial: histórico, definições e conceitos

 

Juliana Parreiras

Marketing – Rede Silvinho Ximenes®

 

Visite nossa loja virtual

Acesse o nosso site Rede Silvinho Ximenes®

Publicidade

Publicidade

Sobre o autor

Rede Silvinho Ximenes

Baseada no Know how do empresário mineiro Silvinho Ximenes, referência reconhecida no mercado imobiliário nacional dentro de seus 50 anos de profissão, a Rede Silvinho Ximenes® já é reconhecida como uma das mais admiradas redes de imóveis, formada por corretores autônomos, full service do Brasil.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This