A automação residencial traz o luxo da praticidade ao consumidor. Afinal, quanto mais versatilidade se pode ter para realizar as tarefas domésticas, melhor para administrar o dia a dia e as demais tarefas. Essa funcionalidade se define pela mecanização correlacionada entre a inteligência artificial de atender a um comando adequado a capacidade de determinada mobília.

Automação residencial – Maneiras e funções a que se aplicam

Hoje já estamos muito além de um controle remoto. Afinal somos capazes de controlar uma grande parcela da nossa vida, como pendências, responsabilidades e relacionamentos através dos celulares. Esses que já são considerados extensões do nosso corpo e da nossa natureza cognitiva. Nossas ações e pensamentos tem se refletido cada vez mais sobre eles.

A automação residencial, pode ser uma otimização sustentável. O que felizmente vem sendo cada vez mais explorado e valorizado por diversos setores e pelo mercado. Ela abrange de pequenos detalhes à grandes avanços.

Através de comandos sensoriais, de voz, tipos de aparelhos, incluindo celulares, é possível programar a tv, controlar a iluminação, temperatura e diversos eletrodomésticos.  

Muratori e Bó relatam em seu artigo, Automação residencial: histórico, definições e conceitos, que a integração deve abranger todos os sistemas tecnológicos da residência, a saber:

  • Instalação elétrica: Compreende: iluminação, persianas e cortinas, gestão de energia e outros;
  • Sistema de segurança: Alarmes de intrusão, alarmes técnicos (fumaça, vazamento de gás, inundação), circuito fechado de TV, monitoramento, controle de acesso;
  • Sistemas multimídia: Áudio e vídeo, som ambiente, jogos eletrônicos, além de vídeos, imagens e sons sob demanda;
  • Sistemas de comunicações: Telefonia e interfonia, redes domésticas, TV por assinatura;
  • Utilidades: Irrigação, aspiração central, climatização, aquecimento de água, bombas e outros

 

Automação residencial – Ela veio pra ficar 

Já usufruímos diariamente de inúmeros serviços de automação. Naturalmente a tendência é que essas automações aumentem sua demanda e evoluam, aprimorando suas capacidades cada vez mais.

No mesmo artigo, uma pesquisa realizada pela revista PC World indica que:

“… o uso de sistemas de automação residencial aumente nos próximos anos. Para embasar esta estatística, a publicação menciona a sinergia entre as principais soluções de momento que devem concorrer para este crescimento, como segurança residencial, gerenciamento de energia, cuidados domésticos com a saúde e aumento do uso de mídia centers.”

automação residencial
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Disponível em : Automação residencial: histórico, definições e conceitos

Em maioria, precisamos lidar com um cotidiano corrido e tumultuado. Uma atividade atropela a outra, e pouco a pouco tudo colabora para o caos. Por tanto, é fácil dizer que a automação residencial é uma adaptação muito bem vinda.

 

Automação residencial – Novas funções e adaptações

O que queremos encontrar são soluções práticas, e com esse perfil de consumidor, diversos setores têm desenvolvido novas tecnologias que buscam  atender essa busca.

A Casa Abril menciona em uma matéria publicada no seu site, 14 possibilidades da Automação (de abrir a porta a aquecer o piso):

 

  1. Monitoramento e abertura de porta. A senha e a biometria só liberam pessoas autorizadas, e a câmera pode ser checada por celular ou tablet. Alguns sistemas enviam SMS quando alguém entra na casa.
  2. Cuidados com a água da piscina. Em intervalos programáveis, a água esquenta e o filtro liga. Além do conforto, isso permite economizar a energia elétrica utilizada pelas bombas hidráulicas. 
  3. Programação de cenários de iluminação. Esse é o mais procurado item de automação. Aciona diferentes combinações de luzes: para jantar, ler na poltrona, ver TV ou dar uma festa. O número de cenários é quase ilimitado.
  4. Controle de aquecimento e ar-condicionado. Além de poderem ser ligados individualmente, esses aparelhos costumam compor dobradinhas com as luzes e o home theater para obter o clima desejado.
  5. Aquecimento de piso. Muito usado nos estados do Sul do Brasil, permite regular a temperatura em cada ambiente. Com a convergência num único controle, combina-se com luzes e compõe cenários. Acoplado a um termostato, liga automaticamente.
  6. Preparação do banho. Outro clássico da automação. Ganhou ainda mais charme com a possibilidade de ser controlado via rede wireless. Do escritório, você já manda sua banheira ir aquecendo e controla as bombas da hidromassagem.
  7. Acionamento de torneiras por toque e iluminação. Basta apoiar as mãos sobre a bancada da pia para que as torneiras se abram e luzes se acendam automaticamente, iluminando o espelho. Uma mão na roda quando se carrega algo.
  8. Integração total no home theater. Equipamentos pioneiros da automação, os home theaters são os mais integráveis: compõem cenários com cortinas, luzes, áudio, vídeo e telefonia.
  9. Aquecimento do fogão e controle da geladeira. Que tal chegar em casa e encontrar pães de queijo quentinhos? Os fogões programáveis cuidam disso. Também dá para monitorar se alguém “assalta” a geladeira.
  10. Abertura e fechamento de teto solar. Por meio de smartphone e tablet, dá para fechar a claraboia esquecida aberta antes do temporal ou escancará-la para refrescar a casa quando chega a noite.
  11. Acionamento da lareira a gás. Nada de juntar gravetos e soprar brasas. Hoje, lareiras podem ser acesas por um dispositivo do tamanho de um chaveiro ou por tablet e smartphone. Mas é melhor nunca fazê-lo de fora de casa.
  12. Aspiração central. Pontos de sucção em vários cômodos conduzem o pó aspirado, por uma rede interna de tubos, até uma central. Basta acoplar o tubo aspirador ao ponto de sucção para ligar o sistema.
  13. Irrigação do jardim. Molha as plantas em horários determinados. Assim, o dono da casa pode viajar sem que suas flores sofram. Ligada a um sensor de umidade, libera a água só quando o solo está seco.
  14. Manipulação de cortinas e persianas. Faz com que elas componham cenários com o home theater, o quarto… Pode-se programá-las para escurecer salas voltadas para o Sol ou abri-las de manhã.

 

É sempre bom saber que temos novas ferramentas para facilitar o desempenho e agilidade para concluir nossas funções diárias.

As automações podem ser residenciais ou para finalidades corporativas.

Que tal investir naquelas que atendam suas maiores necessidades?

 

Disponível em : Automação residencial: histórico, definições e conceitos

 

Juliana Parreiras

Marketing – Rede Silvinho Ximenes®

 

Visite nossa loja virtual

Acesse o nosso site Rede Silvinho Ximenes®

Sobre o autor

Rede Silvinho Ximenes

Baseada no Know how do empresário mineiro Silvinho Ximenes, referência reconhecida no mercado imobiliário nacional dentro de seus 50 anos de profissão, a Rede Silvinho Ximenes® já é reconhecida como uma das mais admiradas redes de imóveis, formada por corretores autônomos, full service do Brasil.

Deixar comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Share This