São muitos itens a serem levados em consideração ao alugar um imóvel, como encontrar um lugar confortável para a família, que seja próximo do trabalho e tenha fácil acesso a serviços como: supermercado, hospital e escolas, além de um trânsito tranquilo.

A falta de tempo e de acesso a informações sobre os processos para a locação são alguns dos obstáculos para quem quer fazer uma escolha consciente e com dados seguros sobre o imóvel.

Neste artigo, você vai saber o que deve observar ao alugar um imóvel para ter mais conforto e ainda economizar para investir neste mercado. Acompanhe!

1. Verifique as condições do imóvel

Após pesquisar as opções por anúncios, seja em jornais, sites de imobiliárias ou em pesquisas na internet, é preciso fazer a visita ao local. Para evitar futuras dores de cabeça, o locatário deve testar a parte elétrica e hidráulica. Se puder estar acompanhado de um especialista, é melhor ainda.

Teste chuveiros, torneiras, descargas, interruptores e tomadas. Não se esqueça de observar se existem vazamentos, umidade ou rachaduras nas paredes. A vistoria com fotos do imóvel deve fazer parte do contrato de locação.

Outra dica é visitar a propriedade mais de uma vez e em horários diferentes, para observar a vizinhança, o trânsito e até a incidência de sol no imóvel.

2. Confira os detalhes do contrato para alugar um imóvel

O inquilino deve ficar atento às cláusulas sobre cobranças, multas, rescisão e garantias. Entre os pontos de destaque estão as taxas e impostos.

Imposto

O IPTU, por exemplo, é uma cobrança negociável, mas, na prática, o locatário é quem paga esse imposto. Já a taxa de condomínio é sempre responsabilidade do inquilino.

As cobranças extras e os reparos necessários, que não foram causados pelo locatário, ficam a cargo do proprietário do imóvel.

Rescisão

O dono do imóvel só pode rescindir o contrato de aluguel se fizer um acordo ou em caso de venda. Em geral, há uma cláusula de preferência, em que o inquilino pode fazer a oferta de compra da propriedade antes de ser anunciada no mercado.

Se a rescisão partir do locatário, ele deverá avisar o proprietário com 30 dias de antecedência e deverá pagar uma multa, que é negociada entre os dois e também deve constar no contrato.

A única hipótese de não haver a cobrança dessa multa é se o inquilino precisar sair do imóvel por ser transferido no trabalho.

Garantia

As opções de garantia para locação são:

  • Fiador (terceira pessoa que se responsabiliza pelo pagamento, caso haja atraso);

  • Seguro fiança (empresa de seguros presta a garantia);

  • Título de capitalização ou caução (quando o inquilino paga antecipadamente um valor combinado).

3. Analise as questões que envolvem imposto de renda

De acordo com a Receita Federal, tanto proprietário como inquilino devem declarar a locação no Imposto de Renda.

Por fim, é importante levar em consideração ainda todos os custos do aluguel em relação ao orçamento familiar. Especialistas orientam que a soma de aluguel, IPTU, taxa do condomínio e garantia não ultrapassem 30% da renda do inquilino, para que tenha condição de investimento.

Este texto esclareceu suas dúvidas sobre alugar um imóvel? Deixe o seu comentário no post e compartilhe suas considerações!

Sobre o autor

Rede Silvinho Ximenes

Baseada no Know how do empresário mineiro Silvinho Ximenes, referência reconhecida no mercado imobiliário nacional dentro de seus 50 anos de profissão, a Rede Silvinho Ximenes® já é reconhecida como uma das mais admiradas redes de imóveis, formada por corretores autônomos, full service do Brasil.

Comentar

Deixar comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Share This